Arquivos

Comes e bebes

A Câmara de Campos tem realizado na atual legislatura uma grande quantidade de festas, homenagens e ações culturais. Em muitos casos são homenagens justas e peças teatrais relevantes. Porém, tudo isso tem um custo. Hoje (22), por exemplo, é possível conferir no Diário Oficial o extrato da contratação de uma empresa para arcar com “alimentos e bebidas” durante eventos de pequeno porte. Valor do contrato: R$ 166,5 mil. Prazo de execução: quatro meses.

Café com pão - Em dezembro do ano passado (aqui) foi publicado no Diário Oficial a homologação do pregão para o fornecimento de Pão, Café e Açúcar para a Câmara de Campos. A empresa vencedora foi a  FREIRE E ROSÁRIO COMÉRCIO E SERVIÇOS LTDA ME. O valor: R$ 175,6 mil. O pão vem com manteiga, queijo e presunto.

Mais uma vez é importante lembrar que o Fundo de Cultura, criado pela Prefeitura com o objetivo de estimular e fortalecer os artistas locais, ficou com apenas R$ 176 mil para todo o ano de 2014 (aqui).

Compartilhe
  • Print
  • Digg
  • StumbleUpon
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Yahoo! Buzz
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Add to favorites

Ibope registra nova pesquisa

O Ibope acaba de registrar uma pesquisa presidencial que tem tudo para incendiar mais ainda a corrida eleitoral. Será a primeira pesquisa feita após eventos importantes da campanha. As entrevistas serão realizadas no final de semana e a divulgação está prevista para a noite de segunda-feira ou manhã de terça-feira, em “O Estado de S. Paulo”, que encomendou o levantamento. De olho na disputa pelo governo do estado do Rio, o grupo Globo de Comunicação também encomendou uma pesquisa Ibope, que foi registrada ontem (21) e também deve ser divulgada na próxima terça-feira (26).

Governo -Esta será a primeira pesquisa após início da propaganda eleitoral no rádio e na TV. Além disso, os eleitores do estado do Rio também tiveram a oportunidade de acompanhar o primeiro debate entre os candidatos, que ocorreu na última terça-feira (19), na Band. A última pesquisa Ibope, divulgada no final de julho, mostrava o deputado Anthony Garotinho com 21%, o senador Marcelo Crivella com 16% e o governador Luiz Fernando Pezão (15%). O senador Lindbergh Farias apareceu na quarta colocação com 11% (aqui).

Presidência - A pesquisa presidencial captará a emoção do enterro de Eduardo Campos, a polêmica entrevista de Dilma Rousseff ao Jornal Nacional, o lançamento oficial da candidatura de Marina Silva e os primeiros programas eleitorais na TV. E certamente balizará o debate entre os presidenciáveis, marcado para terça-feira, na Band. Nesta semana, alguns institutos têm feito pesquisas por encomendas de bancos, todas elas não registradas e, portanto, sem permissão para serem divulgadas. Todas as que vazaram para as campanhas de Dilma e de Aécio Neves, no entanto, deixaram as cúpulas de ambas muito, muito preocupadas.

* Com informações da coluna Radar on-line. 

Compartilhe
  • Print
  • Digg
  • StumbleUpon
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Yahoo! Buzz
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Add to favorites

MPF propõe ação contra Lindbergh por propaganda irregular

Lindbergh discursou para estudantes na Faetec de Marechal Hermes – Cássio Bruno

Após matéria do jornal “O Globo” noticiar que o candidato Lindbergh Farias (PT) infringiu a lei eleitoral ao fazer promessas de campanha na Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec), a Procuradoria Regional Eleitoral (PRE), do Ministério Público Federal, propôs uma ação contra o senador por propaganda irregular por atividade de campanha dentro de bens pertencentes ao poder público. A PRE pede a condenação do candidato a multa de até R$ 8 mil, conforme o previsto na lei. “O candidato aproveitou-se de suposta visita a estudantes para fazer propaganda eleitoral em colégio público em flagrante desrespeito às normas eleitorais”, diz o procurador eleitoral auxiliar Maurício da Rocha Ribeiro.

De acordo com a Lei eleitoral (Art. 73), “São proibidas aos agentes públicos, servidores ou não, as seguintes condutas tendentes a afetar a igualdade de oportunidades entre candidatos nos pleitos eleitorais: I – ceder ou usar, em benefício de candidato, partido político ou coligação, bens móveis ou imóveis pertencentes à administração direta ou indireta da União, dos Estados, do Distrito Federal, dos Territórios e dos Municípios, ressalvada a realização de convenção partidária”.

Na mesma semana que Lindbergh infringiu a lei, o governador Luiz Fernando Pezão, candidato à reeleição pelo PMDB, visitou o Centro Vocacional Tecnológico (CVT) de Colubandê, em São Gonçalo, e prometeu triplicar o número dessas unidades.

O procurador lembrou que o senador comparou sua situação com a de Pezão, demonstrando ter conhecimento que sua prática era irregular.

NOTA DA ASSESSORIA DE LINDBERG FARIAS

Lindberg Farias aceitou um convite para participar de uma série de debates na Faetec, em Marechal Hermes, extensivo aos demais candidatos. Em nenhum momento infringiu a legislação eleitoral, seja fazendo propaganda ou pedindo votos dentro de espaço público. Lindberg ainda não foi notificado pela Justiça Eleitoral e, tão logo o seja, dará os esclarecimentos necessários.

Fonte: O Globo 

Compartilhe
  • Print
  • Digg
  • StumbleUpon
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Yahoo! Buzz
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Add to favorites

Desistência de Arnaldo já foi homologada na Justiça Eleitoral

O ex-prefeito Arnaldo Vianna (PDT), que desistiu da candidatura a deputado estadual e informou que no momento está focado na campanha do governador Luiz Fernando Pezão (PMDB), já homologou a renúncia na Justiça Eleitoral. No espaço do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para a divulgação das candidaturas, já é possível constatar que Arnaldo está fora do jogo (aqui).

Apoio – Arnaldo ainda não revelou qual será a sua dobradinha. Ele tem conversado com nomes da oposição que disputam cadeiras na Alerj e Câmara Federal.

Compartilhe
  • Print
  • Digg
  • StumbleUpon
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Yahoo! Buzz
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Add to favorites

TRE encerra julgamento dos pedidos de candidatura

O plenário do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) concluiu ontem (20) o julgamento de todos os 3.117 pedidos de candidatura, conforme a legislação que determina o prazo de 21 de agosto para a análise dos registros pelos tribunais regionais eleitorais. Dos últimos 13 processos julgados na sessão plenária, cinco foram indeferidos. Ainda resta analisar recursos, que poderão modificar as decisões. A lista completa com todos os julgamentos, incluindo os 651 indeferimentos, será divulgada hoje (21), até as 18h. A próxima sessão plenária será na segunda-feira (25).

Compartilhe
  • Print
  • Digg
  • StumbleUpon
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Yahoo! Buzz
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Add to favorites

Rosinha: cabo eleitoral e articuladora

Ontem, Rosinha reuniu motoristas do transporte alternativo e moradores do Farol, Outeiro e Lagoa de Cima no Automóvel Clube, defendendo as candidaturas de Garotinho e Clarissa

A prefeita Rosinha Garotinho (PR) tem demonstrado nesta eleição uma disposição fora do comum. Além de participar de caminhadas, carreatas, reuniões e almoços com representantes de diversos segmentos, ela também atua diretamente na articulação da campanha. Acompanhando pesquisas internas e ciente dos acordos que estão sendo fechados em toda região, ela sabe exatamente quem está fazendo jogo duplo e quem está remando só com o grupo. Inclusive, nos últimos dias ela tem reforçado a importância do voto na deputada Clarissa Garotinho (PR), que poderia estar perdendo espaço para candidatos de fora com o apoio de aliados. Além disso, Rosinha não esconde que a sua principal dobradinha é formada pelo deputado estadual Geraldo Pudim (PR), que tenta se reeleger, e por Clarissa, que busca uma cadeira na Câmara Federal.

Compartilhe
  • Print
  • Digg
  • StumbleUpon
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Yahoo! Buzz
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Add to favorites

Neco rebate críticas de Carla e alega ter herdado “um abacaxi”

O clima entre o atual prefeito de São João da Barra, José Amaro Martins de Souza – Neco (PMDB) e sua ex-aliada, a ex-prefeita Carla Machado (PT) está cada vez mais quente. Durante uma das audiências públicas que acontecem no município para discutir o orçamento participativo para o ano de 2015, Neco comentou sobre o rompimento com Carla e criticou o planejamento financeiro e administrativo da gestão anterior.

Ao saber do ocorrido, Carla utilizou seu perfil no Facebook e disparou forte contra a atual gestão, reiterando que deixou dinheiro em caixa no valor de R$ 87 milhões, que a atual gestão fechou a farmácia popular, abordou, ainda, a questão de óbitos pedindo um comparativo entre os dois governos, além de criticar obras paradas. “Foi dito que deixei obras mal planejadas, mas passou-se 1 ano e 8 meses e sequer tiveram a capacidade de reformular os projetos que criticam, nem muito menos, iniciar obras para atender a comunidade. Foi deixado em caixa 87 MILHÕES, recurso mais que suficiente para arcar com o pagamento de TODAS, e ainda ficando uma sobra de 16 milhões de reais, recurso mais que suficiente para aditiva valores das obras que necessitassem de qualquer complementação. O engraçado é que minhas obras foram construídas de forma padronizada, o que causa estranheza hoje se alegar problemas”, disse Carla.

Em sua publicação, a ex-prefeita falou também de perseguição e sugeriu um debate. “Se quer falar de mim, do governo que o próprio Prefeito fez parte como Secretário, me convide, pois esse seria realmente papel de homem, ok? Estou quieta, mas não aceitarei mentiras e desculpas esfarrapadas daqueles que não conseguem administrar de forma progressista e se utilizam do poder passageiro para oprimir e perseguir pessoas”, disse Carla.

Neco se defende atacando - Na noite desta quarta-feira (20) o prefeito Neco rebateu as críticas de Carla em seu perfil no Facebook. No início de sua publicação, Neco é enfático: “Todo início de governo requer adaptações e planejamento. A questão é que herdamos um verdadeiro ‘abacaxi’, mas não tenho dúvidas de que ao longo deste primeiro mandato vamos dar um norte nas estratégias sociais, econômicas e administrativas”.

Em relação ao dinheiro em caixa, o prefeito revela que R$ 73 milhões já se encontravam comprometidos, restando R$ 16 milhões que em sua maioria já estavam amarrados pela legislação para o Salário Educação, PACS, PAB, Farmácia Popular, convênios Federal e Estadual. De acordo com o chefe do executivo, o número real foi uma herança de um déficit financeiro de R$ 46 milhões.

Quando o assunto é obras, Neco ressalta que no governo Carla “existia uma empresa que recebia R$ 270.000,00 por mês para fazer todos os projetos e fiscalização dessas obras”, mas os projetos básicos eram deficientes e incompletos o que acarretou inúmeros aditivos. “A população precisa saber que a falta de planejamento da gestão anterior na execução das obras, já trouxe um prejuízo de quase R$ 20 milhões aos cofres do Município somente nesses últimos 20 meses”, dispara.

Respondendo à acusação sobre medicamentos, Neco alfinetou: “quem não se lembra da intervenção da Polícia Federal no almoxarifado da Saúde na gestão passada?”, acrescentando que a Farmácia nunca ficou fechada e que houve uma descentralização na distribuição de remédios para o Centro de Emergência e para as Unidades 24 horas.

Ainda no campo da Saúde, o prefeito explica que está investindo na estrutura do Centro de Emergência enquanto a prefeita preferiu alugar ambulâncias no valor de R$ 1.700.000,00. “Sempre vamos priorizar a Saúde e em breve vamos instalar leitos de UTI para finalmente o sanjoanense não precisar se deslocar para Campos e poder ser atendido aqui mesmo. Vamos salvar muitas vidas…”, revela.

O prefeito finalizou dizendo que penaliza os fornecedores que não cumprem com as obrigações legais e que continuará a trabalhar. “Quero continuar com minha ficha limpa na política, fui vereador por 16 anos consecutivos e nunca perdi uma eleição. Minha gratidão é com este povo que sempre me deu a oportunidade de mostrar o meu trabalho.”

* Com informações do Quotidiano 

Compartilhe
  • Print
  • Digg
  • StumbleUpon
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Yahoo! Buzz
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Add to favorites

Horário eleitoral derruba audiência da TV aberta

Charge – Amarildo

O horário eleitoral gratuito não é só um tormento para os telespectadores. As TVs abertas também arrancam os cabelos. Além do fiasco dos programas eleitorais em termos de audiência, ontem à tarde (leia mais aqui), o que aconteceu ontem à noite antecipa o comportamento do brasileiro nos próximos dois meses. De acordo com o Ibope, na Grande São Paulo os canais pagos pularam de 8,2 pontos na segunda-feira para 16,4 pontos – dobraram sua audiência, portanto. Encostaram na Globo, que caiu muito durante a exibição dos programas eleitorais, e registrou 17,3 pontos. (À tarde, os canais pagos somados subiram dos 6,4 pontos na segunda-feira para 8,9 pontos ontem).

Ou seja, no horário de maior concentração de audiência – e faturamento das emissoras – os eleitores que puderam mudaram de canal.

Ninguém dentro das redes abertas duvida que seus números vão piorar ainda mais.

Fonte: Radar on-line/Lauro Jardim 

Compartilhe
  • Print
  • Digg
  • StumbleUpon
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Yahoo! Buzz
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Add to favorites

Garotinho sobre apoio de Álvaro Lins: “Cada um faz campanha para quem quiser”

VELHOS CONHECIDOS – Anthony Garotinho, na época em que era governador do Rio de Janeiro, apresentando o novo chefe de Polícia Civil, delegado Álvaro Lins, em 24/11/2000 (Ricardo Leoni/Agência O Globo/VEJA)

Nas últimas semanas no Rio de Janeiro, tornaram-se cabos eleitorais do deputado federal Anthony Garotinho (PR) dois condenados por envolvimento com a máfia dos caça-níqueis que teriam tido papel crucial nas políticas de segurança do seu governo e da ex-governadora Rosinha. Preso em 2008 pela Polícia Federal, o ex-chefe da Polícia Civil do Rio, Álvaro Lins, chegou a ser condenado a 28 anos de prisão por formação de quadrilha armada, corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Recentemente, ele gravou um áudio e enviou para várias pessoas no Estado conclamando “vingança” e pedindo a vitória do seu candidato no primeiro turno. O inspetor Fábio Menezes Leão, o Fabinho, condenado no mesmo processo de Lins, foi ainda mais escrachado: em uma mensagem de celular enviada para dezenas de colegas, afirmou que Garotinho terá o apoio dos “amigos das vans” e que “acabará com essa palhaçada de UPP (Unidade de Polícia Pacificadora)”. A matéria, publicada no site da Veja e pelo jornal “O Globo”, foi repercutida pelo blog “Na Curva do Rio”, da jornalista Suzy Monteiro (aqui).

Em seu blog, Garotinho comentou sobe o apoio de Álvaro Lins e considerou a matéria um “ataque desesperado”. “Cada um faz campanha para quem quiser, com ou sem autorização do candidato. Da mesma maneira que acho que Fernando Cavendish e toda a gangue dos guardanapos esteja fazendo campanha para Pezão. Em momento nenhum há a minha voz na gravação. Utilizar o nome de outras pessoas indevidamente em gravações é muito comum. Não me responsabilizo e nem tenho compromisso com o que está dito na gravação e no texto. O sentimento de injustiça é natural a todas as pessoas que passam por julgamentos. Isso é inerente ao ser-humano”, afirmou o candidato.

Compartilhe
  • Print
  • Digg
  • StumbleUpon
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Yahoo! Buzz
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Add to favorites

Rafael Diniz: “Essa creche é modelo para todo o estado?”

O vereador Rafael Diniz (PPS) visitou a creche que funciona no Centro Educacional Stiac, na rua Dr. Siqueira, e descobriu que por trás do muro alto existem problemas dos mais variados. “São cubículos de mais ou menos 9 metros quadrados para abrigar 15 crianças, banheiros com infiltração, sem vaso adaptado para crianças e sem água quente. Uma área de lazer, que é uma espécie de mini parque, com 10 metros quadrados, um refeitório que funciona na garagem, em péssimas condições, além de dois berçários para 12 crianças cada, só que existem apenas 8 berços em cada um. Isso sem falar nos berços amarrados com cordinhas. É o retrato do improviso”, diz Rafael Diniz, que durante a sessão de hoje (20) da Câmara de Campos lembrou que o deputado federal Anthony Garotinho (PR) afirmou ontem (19), em debate na Band, que a Educação na terra goitacá vai muito bem. “Esse é o modelo educacional e que ele quer em todo o nosso estado? A verdade é que estamos em último lugar no ranking do Ideb e temos a pior a Educação entre os 92 municípios do estado”, disparou Rafael.

Confira algumas fotos:

“Área de lazer” tem apenas 10 metros quadrados

 

Infiltrações nos banheiros

Berços amarrados com cordinhas: puro improviso

Refeitório funciona na garagem

 Terceirizações - Durante a sessão de hoje (20) o vereador Rafael Diniz  também citou as críticas do deputado federal Anthony Garotinho (PR) em relação as terceirizações no estado. “O líder do grupo que governa Campos criticou ontem, durante o debate, a terceirização das viaturas da PM no Estado, citando contratos milionários e supostas comissões. É muito fácil falar do estado e se esquecer que no município de Campos as ambulâncias foram terceirizadas. Será que por aqui os contratos também não foram milionários? E uma empresa com dono fantasma não faturou milhões em nossa cidade? Infelizmente estamos vendo novamente a transformação de Campos em trampolim para políticos vaidosos”, completou.

Compartilhe
  • Print
  • Digg
  • StumbleUpon
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Yahoo! Buzz
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Add to favorites
Copyright © 2010 - Folha da Manhã - Todos os direitos reservados